O primeiro avião fabricado na Paraíba faz o primeiro voo, após dois meses de teste (Veja)

10/10/2017 15:360 comentários

Primeiro avião fabricado na PBO primeiro avião fabricado na Paraíba, após dois meses de teste, faz o primeiro voo na manhã desta terça-feira (10). A aeronave experimental modelo 400, de origem americana, está avaliada em R$ 750 mil, e além de ser o primeiro avião fabricado em Campina Grande, tem a maior potência de motor para esse modelo, segundo a empresa responsável.

O primeiro avião fabricado na Paraíba, após dois meses de teste, faz o primeiro voo na manhã desta terça-feira (10). A aeronave experimental modelo 400, de origem americana, está avaliada em R$ 750 mil, e além de ser o primeiro avião fabricado em Campina Grande, tem a maior potência de motor para esse modelo, segundo a empresa responsável.

O avião levou um ano e três meses para ser concluído. O projeto é do ex-piloto Juan Pinheiro, com uma equipe de dezoito pessoas. A inovação na produção da aeronave é o corpo do avião feito com fibras de carbono e vidro, motor de 260hp de potência, velocidade que pode chegar a 300km/h e capacidade para quatro pessoas.

O voo inaugural deve acontecer às 10h desta terça-feira (10), no Aeroclube de Campina Grande, o evento festivo terá a presença do cantor e piloto acrobata Waldonys, que é membro honorário da Esquadrilha da Fumaça, que fará apresentação de acrobacias show musical para o público presente.

O avião levou um ano e três meses para ser concluído. O projeto é do ex-piloto Juan Pinheiro, com uma equipe de dezoito pessoas. A inovação na produção da aeronave é o corpo do avião feito com fibras de carbono e vidro, motor de 260hp de potência, velocidade que pode chegar a 300km/h e capacidade para quatro pessoas.

O voo inaugural deve acontecer às 10h desta terça-feira (10), no Aeroclube de Campina Grande, o evento festivo terá a presença do cantor e piloto acrobata Waldonys, que é membro honorário da Esquadrilha da Fumaça, que fará apresentação de acrobacias show musical para o público presente.

G1
Vídeo: Reprodução Youtube

Deixe um comentário